UFRGS faz mapeamento e divulga lista com mais de 300 aplicativos educacionais para dispositivos móveis

lista-300-aplicativos-livres

300 aplicativos livres e para Android 😉 Um trabalho realizado pelo professor Paulo Francisco Slomp e pelo estudante, do curso de Matemática, André Ferreira Machado. O projeto visa auxiliar o aprendizado em sala de aula, oferecendo ferramentas de tecnologia da informação. Em resumo, o projeto consta de uma coleta e sistematização de dados de mais de 300 aplicativos que podem ser utilizados para promover a aprendizagem – todos livres e para plataforma Android. O resultado disso foi a criação e divulgação da Tabela Dinâmica Software Educacional Livre para Dispositivos Móveis.

SUGESTÃO DE ARTIGO
Sugestão enviada pelo professor, da UFRGS, Paulo Francisco Slomp.

O objetivo é garantir dinamismo e auxiliar no aprendizado em sala de aula, abordando diversas matérias; bem como: Física, Geografia, Idiomas, Matemática, Química, entre outras. A tabela pode ser consultada por qualquer um e tem como foco professores, alunos e pais.

UFRGS-lista-300-aplicativos-livres

Conforme nota da imprensa da UFRGS, o professor explica que a listagem está organizada para que os usuários possam encontrar facilmente o que necessitam.

A tabela exibe inicialmente o ordenamento alfabético das áreas do conhecimento. Assim, professores de uma determinada disciplina poderão facilmente visualizar o objeto de seu interesse pela diferenciação das áreas por cores […]

Além disso, a lista dos aplicativos está categorizada conforme nível de ensino – Educação Infantil, Anos Iniciais e Finais do Ensino Fundamental, Ensino Médio e Ensino Superior.

Software Educacional Livre para Dispositivos Móveis - Tabela Dinâmica

Software Educacional Livre para Dispositivos Móveis – Tabela Dinâmica

Como esse trabalho busca colaboração mútua, a Tabela Dinâmica Software Educacional Livre para Dispositivos Móveis está disponível em formato wiki na Internet. Assim, qualquer contribuição poderá ser feita apenas com a adição de novos programas à lista; sem necessidade de pedir autorização aos idealizadores.

Professores, alunos, pais e demais internautas podem consultar as informações da tabela e podem também alterar seu conteúdo, corrigindo diretamente eventuais erros e imprecisões ou adicionando materiais, explica o professor.

A licença do conteúdo é Creative Commons CC-BY-SA, que permite a republicação e trabalhos derivados.

Além disso, todas as ferramentas mapeadas pelo projeto são do tipo software livre, que tem como características fundamentais o fato de a licença disponibilizar o código fonte para que possa ser utilizado, estudado, modificado e redistribuído pelos usuários. As principais licenças são GNU/GPL, BSD, MIT e Apache. Outra vantagem é que 99% dos aplicativos livres são gratuitos, o que também contribui para a democratização desses recursos.

Ricardo Ferreira

Ricardo Ferreira

Fundador do Linux Descomplicado - LD.

Sempre em busca de novos conhecimentos, preza por conteúdo de qualidade e auto-explicativo. Por isso, persiste em criar um site com artigos relevantes para todos os leitores do Linux Descomplicado!
Ricardo Ferreira

Comentários

comentários


VOCÊ TAMBÉM PODERÁ LER...